Sdds Money

Oi, como vai? Me afastei por um bom tempo e isso não é uma volta definitiva, é apenas um desabafo porque preciso falar, mas não posso jogar em cima das pessoas que me cercam, não precisam ler, não precisam comentar, não precisam nada.

Resumão:
Não passei na USP, nem na Unicamp, Passei na UFSCar em Engenharia de Produção, o trote foi meio escroto e eu odeio a maioria dos veteranos. Já estou indo pra faculdade há mais de um mês. Tive duas provas. Fui mal nas duas. Não, eu nunca aprendo com meus erros.

Fui no Lollapalooza, vi o Tame Impala, e esse provavelmente vai ser o ponto alto do meu ano e por que não dizer de toda a minha existência. (Não paguei meu namorado ainda, me sinto uma bosta por isso)

Não tenho dinheiro, estou dependendo da minha família e odeio isso porque vou completar 18 anos e nunca trabalhei, meu dinheiro da poupança que era pra eu tirar carta tá quase acabando, eu ainda não paguei o Lolla e não vou na exposição do Tim Burton que estou esperando desde 2014.

Preciso aprender a estudar.

Tenho pensado muito em suicídio, mas o medo me impede de fazer algo. Eu tenho muita vontade de tomar todos os comprimidos que eu tenho guardados, uns 70, mas e se meu corpo resistir e eu ficar mais feia e retardada, dando trabalho?

Uma menina que estudou comigo morreu antes de ontem, me senti uma pessoa horrível por desejar minha morte, mas o desejo mais forte que eu. A coragem obviamente não é, senão eu não estaria aqui escrevendo esse monte de merda.

Falando em remédios, é o sétimo que tomo, ele me faz dormir demais e perder aulas, acho que vou parar. O anterior me fazia dormir em pé. E antes ela tinha me passado um caro, mas eu pedi pra ela trocar. E antes estava tomando fluoxetina, que eu achava massa, mas ela me achou muito blasé e trocou, pude ver ela escrever na ficha "está mais blasé do que nunca".

Enfim, fiz uma listinha das coisas que eu queria, e morrer é a mais sensata e alcançável. Eu deveria tentar mais vezes.

Meu peso está algo aproximado de 49 kg. Estou usando 34. Como? Não sei, acho que as roupas aumentaram. Falei meu peso, mas obviamente esse não é mais um blog sobre isso e sim sobre minhas crises de tristeza e ansiedade.

Às vezes eu fico com falta de ar de ansiedade, seria ótimo se ao invés de passar, me matasse. Mas sempre passa, pra voltar de novo.

Enfim, acho que tem me deixado mais frustrada é a falta de dinheiro mesmo, mas não sei o que fazer pra ganhar alguma coisa. Sempre que eu acho uma vaga, que não pede experiência comprovada, é em período comercial e minha faculdade é integral. E as noturnas são de porteira de condomínio, auxiliar de cozinha e limpeza, pra que pedir experiência? E se eu estiver afim de aprender? Custa me ensinar?

Era só isso mesmo. Bjos de luz *-*


Comentários

  1. Olha, você não está sozinha nessa. Eu tenho 20 anos e nunca trabalhei! Estou doida atrás de um estágio ou algo na minha área, mas aparentemente não sou qualificada o suficiente e isso é frustrante.
    Você tem 18 anos, acabou de entrar na faculdade, tem muito o que acontecer na sua vida ainda, muitas reviravoltas, não se deixe vencer pelas ideias suicidas. Beijos :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. imagino, meu maior medo é mesmo depois de concluir a faculdade não conseguir um emprego. Eu fiz 18 anos em maio, vejo várias pessoas da minha idade trabalhando, meu namorado, minha melhor amiga, minha mãe só sabe falar que eu sou inútil, tentei vender brigadeiro na faculdade, mas não tive sucesso, apesar de as pessoas que compraram meu brigadeiro terem gostado, mas é difícil porque eu não posso vender por menos de 2 reais, senão saio no prejuízo, e tem outras pessoas que vendem doces lá.

      Espero que as coisas melhorem pra nós, desculpa a demora pra responder.

      Beijos <3

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Gorda Baleia Saco de Areia

Fluoxetina