Postagens

Mostrando postagens de 2015

99% inútil escrota, mas aquele 1% também

Imagem
Aproveitando-me de um dos memes do Safadão pra dar título ao meu post, porque tem sido umas das coisas que tem feito minha vida fazer sentido ultimamente. Sim, acabei de falar que minha vida tem tido sentido por causa dos memes do Wesley Safadão.

Enfim, se me lembro bem, a última vez que postei algo aqui foi dia 25 de novembro e estava esperando o resultado do concurso de bolsas da Facens. Bom, consegui os 75%  (que era o máximo oferecido) de bolsa pra engenharia de produção, fiquei com uma nota tão alta que até eu me assustei. Como a Unicamp modificou o gabarito de uma questão, eu acertei 69, não 68 como havia dito. Aliás, saiu a relação de convocados pra segunda fase, eu passei pra segunda fase, mas isso não quer dizer nada. Inclusive, eu não sei o que é pior, não passar pra segunda fase ou passar, e depois não passar em curso algum, porque você perde um puta tempo da sua vida pra nada.

Eu fui no ginecologista dia 26 de novembro pela primeira vez. Descobri que tinha um nódulo (que, …

Chatices

Imagem
Desculpem o sumiço. Esse meu último mês tem se resumido a fazer vestibular e vegetar. Tem dia que não entro nem nas redes sociais, entrar aqui é ainda mais difícil porque tem que ser em momentos em que eu esteja sozinha.

Meu último post foi sobre o hello darkness, my old ENEM, disse que tinha acertado 131, talvez 136 por causa das divergências com os gabaritos não oficiais. Corrigi com o oficial, acertei 133. A não ser que eu tire 920 ou mais da redação (ou que os meus concorrentes tenham ido muito pior que eu), as chances de eu ficar na lista de espera pra ser chamada na última chamada são inexistentes. Já me conformei.

Dia 8 de outubro fiz a prova de um concurso de bolsas da FACENS (Faculdade de Engenharia de Sorocaba), eram 50 questões + 1 redação, acertei 44 das 50 questões, a redação foi sobre obesidade how convenient, mas mesmo sendo um assunto com o qual me identifico, caguei em tudo e a redação ficou uma bosta. As bolsas concedidas são de 25%, ou de 50% ou de 75%. Precisava co…

131

(talvez 136, por causa das divergências entre os gabaritos extraoficiais), esse foi o total de acertos que fiz no Enem 2015. E vocês sabem o que isso quer dizer?

Adeus, UFSCar. Olá, cursinho.

131 nem parece um número tão ruim (mais de 72,7% da prova, poxa), mas considerando que meus concorrentes provavelmente acertaram 150 ou mais, que eu fui bem mal na redação, que a nota de corte de Engenharia de Produção é cerca de 770, e que eu precisava ficar com 750 apenas para pensar (percebam que eu escrevi "pensar") em ficar com uma boa colocação na lista de espera, é um número bem ruim.

Primeiro dia:
CH: 37 acertos (talvez 38) - mas errei 2 fáceis e o maldito TRI vai me foder.
CN: 27 acertos (talvez 28) - Eu sou uma maldita, consegui fazer várias que o pessoal considerou difícil, eu sabia as fórmulas, fiz a conta e deu certo, mas errei 2 fáceis também, e o que isso quer dizer? Que eu chutei as difíceis, lógico, e, portanto, elas devem valer menos.

Segundo dia:
(foi mais equilibrado…

Fluoxetina

Alguém aqui já tomou ou conhece alguém que já tomou cloridato de fluoxetina?

Minha psiquiatra me receitou, mas antes de começar a tomar, eu quero saber se tem um risco muito grande de afetar meu desempenho (que já não é muito bom) nos vestibulares.

Bjos

(Não vou responder nem comentar nada porque estou pelo celular e é horrível fazer as coisas por aqui)


nada demais

Imagem
Estou desanimada pra tudo, até pra postar aqui.
Quero matar as pessoas, especialmente a minha irmã, como eu odeio aquela menininha às vezes. Na verdade, matar é um pouco demais, só queria que ela ficasse desacordada ou aprendesse a ficar longe de mim.

Bom, vou fazer aquele resuminho maroto para facilitar as coisas pra mim:
Dia 2: Fui no ensaio da banda do meu namorado. Eles iam pedir lanche e eu não como carne. Me aproveitei da situação pra falar pra ele não se incomodar e pedir só um suco pra mim. Ele insistiu que eu ia comer sim, que a lanchonete ia ter que arranjar algo sem carne ou ele e as outras pessoas que estavam lá pediam em outro lugar. Me enviaram um negócio chamado Quaresma hahaha, que consistia em um monte de queijo prato, alface, milho e tomate. Comi metade.
Dia 3: Tive simulado do Enem, eu sou uma jeca mesmo, já estou me preparando psicologicamente pra fazer Fatec e não uma faculdade super renomada porque eu não vou passar em Engenharia na UFSCar, mas nem fodendo. Acert…

Porque eu sou trouxa:

Mais um daqueles dias em que eu quero ouvir Björk, deitar em posição fetal e chorar até desidratar.

Eu queria fazer um post mais elaborado, mas eu estou com preguiça, então não vai rolar.

Festa de aniversário de uma amiga sexta: (já tinha comido muito açaí antes da festa) muita bolinha de queijo, 5 copos de askov (é uma vodka com sabor), doce, ressaca no dia seguinte + 1 foto minha jogada no tapete da menina, dormindo.

Festa de aniversário de outra amiga sábado: mais bolinha de queijo, mais askov, muito doce, um dedo queimado por brigadeiro (sim, o brigadeiro fervendo espirrou no meu dedo). Pelo menos não teve ressaca no dia seguinte, mas eu dormi e as meninas zoaram minha cara com pasta de dente e tiraram mais fotos vergonhosas pro arsenal.

Aniversário da minha irmã domingo: comida, comida, comida, chocolate, chocolate, brigadeiro, come mais mais mais mais.

Nem preciso falar que essas aventuras me renderam quilos a mais, 1,5 kg pra ser mais precisa.

Prova de violino ontem: tremedeira…

Monóxido de carbono

Imagem
Tenho pensado muito em monóxido de carbono e como ele pode se agregar às hemoglobinas. Imaginem isso acontecendo comigo. Adoro a ideia de uma morte indolor. Meu maior sonho é morrer dormindo.

Na verdade, não acho que esse seja meu maior sonho, mas considerando que o que eu queria mesmo era ser magra, alta, bonita, não ter estrias, nem celulites, nem acne, nem pelos aparentes e ser bem sucedida e realizada profissionalmente, uma morte rápida e indolor parece uma opção mais viável e menos frustrante de sonho.

Tenho adorado andar com o volume dos fones de ouvido no máximo e sem olhar para os lados, tem sido um novo hobbie.

Voltei a me cortar, meu objetivo é chegar cada vez mais fundo, atingir uma veia qualquer dia desses - eu nunca consegui fazer isso, é outro motivo de frustração.

Esse tempo, esse maldito clima só pode ter sido criado pelo diabo pra me ver sofrer mais ainda, nesses dias, eu literalmente tenho tido vontade de me jogar no chão e bater a cabeça em tudo de tanto calor, e ai…

Um hobbie:

Imagem
Ficar vendo foto de gente bonita pra me sentir ainda pior <3

Recomendo o Sobrelas ou o SuicideGirls (tem nudez), ambos, na maioria das vezes, só têm mina magra, branca, com aquele estilo alternativo que eu queria ter, mas não tenho dinheiro nem corpo para tal.

Na moral, é injusto existir gente assim:


48,8 kg

Imagem
Esse foi o número que apareceram na balança hoje. Fiquei satisfeita com isso, considerando que não me regrei nenhum pouco, comi sorvete, chocolate, fritura, tomei refrigerante. Mas pulei refeições.
2 semanas sem comer carne.
Eu quase briguei com o meu namorado sábado, eu estava mal e eu sempre jogo as coisas em cima dele quando fico assim, não como se ele tivesse culpa, mas converso sobre coisas desagradáveis com ele, vestibular, suicídio. Cheguei a pedir pra ele se afastar de mim porque eu ia acabar me matando em algum momento e não queria que ele estivesse perto quando eu fizesse isso. Pensei em me entupir de remédio, colocar uma sacola na cabeça e ir dormir. Só coloquei a sacola na cabeça mesmo e tentei dormir. Não fiquei nem 8 minutos com ela. Como vocês percebem, eu não quero me matar, não e verdade, não me esforço pra isso, eu tenho muito medo. Comprei umas lâminas domingo, não usei ainda. Estou tentando me policiar quanto a isso. Eu vou aprender a fingir que estou feliz, pelo m…

PIRANDO

Ois.

Desculpa o longo período que me ausentei. Eu sempre faço isso e sempre peço desculpas, mas essa sou eu. Sempre sendo trouxa e fazendo merda.

Os vestibulares estão cada vez mais próximos e eu quero me matar todos os dias porque as notas de corte são altíssimas e eu tenho que passar esse ano porque não vou ter dinheiro pra pagar cursinho, mas EU NÃO SEI O QUE QUERO FAZER DA VIDA. Tudo parece tão chato e insuportável. Eu só consigo pensar em maneiras menos doloridas e rápidas de se matar (sim, eu sou covarde).

Há uns dias atrás, fui pesquisar fotos de pessoas que se suicidaram, pra ver como eu ficaria (sim, eu me preocupo em como vou parecer mesmo depois de morta), e eu não sabia o que sentir em relação ao que eu estava vendo. As pessoas que se jogaram de grandes alturas me chocaram demais, eu não sou sensível a ponto de passar mal com a imagem, ou sei lá, na verdade, eu amo imagens fortes, principalmente as reais, mas não sabia se sentia inveja ou dó daquelas pessoas, eu fiquei pen…

De saco cheio (Alerta de post grande)

Imagem
Olá, flores! Desculpa por não postar mais, a escola tá me consumindo e olha que eu passo o dia todo vegetando.

Preciso explicar como andam as coisas, mas estou com dor de cabeça hoje, então as ideias estão todas embaralhadas. Vou começar com a escola. Eu estou no terceiro ano do ensino médio, naquele esquema da minha escola de prova de todo semana, que faz eu me sentir um jumenta, mas isso nem é o pior, o pior é ter vestibular no fim do ano e minha mãe já ter deixado bem claro que não vai pagar cursinho pra mim ano que vem. Eu não sei o que quero fazer (tenho em mente engenharia de produção porque foi o que o cara do painel de profissões disse), as notas de corte de engenharia na UFSCar são altíssimas, eu sei que não vou passar. Enfim, fico tão preocupada em fazer as coisas que não faço nada.

Sobre meu ex, eu fui fraca, acabamos voltando, demorou só uns 10 dias, eu me odeio, mas não consigo ficar triste porque eu gosto dele, eu amo ele. Vou explicar: ele veio com essas ideias de volta…

Desculpas

(Ia postar isso em janeiro, logo que voltei de São Paulo, mas deu tilt no PC e aí eu sumi daqui - explicarei melhor no próximo post)

Estou me desculpando pelo sumiço, eu não tive vontade de fazer nada depois da minha última postagem, nem entrar em blogs, nem responder nada, nem ler nada, me desculpem.

Acho que é mais do que apropriado que vos deseje feliz natal e principalmente feliz ano novo, pra que a gente possa realizar, senão todas, a maioria de nossas metas nesse ano.

Eu queria fazer um super texto explicando um monte de coisa, mas eu não consigo, gente. Estou muito "blé". Não postei antes porque fui pra São Paulo no dia 24 e não consegui entrar no blog pelo meu celular e não tive acesso a nenhum computador, cheguei ontem de São Paulo e achei que devia explicações pelo sumiço.

Me diverti em Sampa, fui na exposição do Ron Mueck, da Mona Hatoum, do Salvador Dalí, da Mafalda, do DaVinci, do Castelo Rá-tim-bum e ainda fui no MAC USP.

Bom, sobre meu ex, eu discuti com ele …