Páginas

sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Ontem e antes de ontem

Eu comi, gente, comi muito, comi como eu não comia a muito tempo. Eu miei? Não. Eu vou compensar hoje? Claro. Mas por incrível que pareça, ontem quando eu me pesei apareceu 47,1 kg na balança, lógico que foi antes de eu tomar um potão de sorvete e comer yakisoba, mas ainda assim, eu tinha tomado duas fucking casquinhas na quarta-feira. Eu devo ter alguma espécie de anjo da guarda ou sei lá, de repente é só o meu metabolismo funcionando direito, ou é porque eu tenho dormido bem, ou porque andei bastante na quarta. Mas eu devo ter engordado, então, não vou ficar felizinha.

Ah, falaram de novo sobre eu estar muito magra, muito magra onde? Uma amiga da minha mãe veio em casa e falou "Nossa, você tá muito magra" e eu disse "tô nada", aí minha mãe disse "tá sim, olha os ossos nas costas dela, e o rosto 'chupado', tá parecendo a malévola". E meu padrasto também disse que eu tava muito magra, de novo, ele já tinha dito isso uns dias atrás. Esse povo é louco.

Agora vem o ponto alto do dia de ontem, não, não foram os 47,1 kg, eu chorei abraçada com o meu namorado, eu não fazia isso há muito tempo, eu chorei de perder o fôlego, de querer gritar, de ficar ranhenta, eu chorei pra caralho, e deixei ele triste e preocupado.

Tudo começou porque eu disse que eu era uma inútil porque não consigo estudar direito e estou indo mal nas últimas provas, aí, ele disse "por favor, para, não fala isso" e disse que isso o afetava muito, porque ele está pendurado na escola (a média lá é 7,5), e não se importa com nota, e ama comer, não come pra viver, vive pra comer, e agora ele tá com o colesterol zoado e os pais dele estão enchendo o saco pra ele ir num nutricionista e começar a se exercitar. E ele disse que me admira não apenas como namorado, mas como pessoa, ele diz que eu faço ele feliz, e ele se sente impotente por não conseguir me fazer feliz, aí ele começou a me elogiar e eu comecei a chorar, a falar que não aguentava mais, aí eu disse "eu queria..." e comecei a chorar mais, não completei a frase, eu não ia falar que queria morrer, ele não merece isso, ele é tão bom pra mim, ele não me conheceu quando eu estava no auge da minha depressão, ele não sabe como eu melhorei depois que ele entrou na minha vida, ele não consegue ver. Ele ficou falando pra eu me valorizar (não no sentido machista de "se dê o valor"), valorizar as coisas boas que eu faço, e as coisas boas que eu sou, mas eu não vejo isso, eu não sei fazer isso, eu não sei.

Ah, sei lá, a gente está se sentindo distante e isso dói, sabe, a gente não tem mais assunto, aí nossa cabeça fica cheia de coisas e a gente está tão cansado desse ano, da escola, da família, de tudo, ele fica pensando em quando a gente terminar, ele está sempre pensando nisso, dá até raiva, às vezes parece que ele quer terminar, aí ele fala que não, e eu sinto que ele me ama, mas ele não consegue não pensar nisso, parece eu, meu deus. Enfim, ele ficou me pedindo desculpas depois a noite inteira por ter me feito chorar e eu fiquei falando que ele não tinha me feito chorar, aí ele disse de novo que queria me ver feliz, queria conseguir me fazer feliz e eu tive que dizer "cara, você me faz feliz, você não me conheceu quando eu estava horrível, você não tem como comparar, eu tenho depressão, eu não me lembro de não ser assim, eu sou triste e não é por sua causa, você não me faz querer chorar, mas todo o resto faz, eu me odeio e não é culpa sua, mas se eu estou melhor hoje, é por sua causa, você me faz feliz, mas eu não consigo ser feliz sempre".

Enfim, a gente vai se virar, eu vou tentar melhorar e não sei se eu devo ou não transparecer pra ele meus sentimentos, eu sinto que sim porque é isso o que eu espero dele, mas eu não quero que ele se preocupe comigo ou sei lá, às vezes eu falo as coisas sem pensar.

Boa sexta-feira, gente. Beijinhos <3


terça-feira, 18 de novembro de 2014

Procrastinando

Olá, pessoas.

Nossa, faz uma semana que não posto nada.

Bom, estou escrevendo nesse momento porque tenho um trabalho de sociologia pra amanhã e não estou nem um pouco afim de fazer, estão estou fazendo o que eu faço de melhor, procrastinar.

Fiz a prova da Vunesp domingo, acertei 57 de 90, era pra ser 58, mas eu sou lesada e errei uma no gabarito, eu sei que acertei pouco, mas eu nem estava me sentindo uma jumenta completa, até que minha amiga chegou e disse que tinha acertado 67, aí eu me senti o ser mais burro do universo. Eu tive uma prova hoje e eu não estudei porque ontem eu estava morrendo de sono e dormi 20:00 ao invés de estudar, resultado: se eu tirei 6 foi muito e vai estragar minhas médias bonitas de história (9.8, 10, 9.8 nos três bimestres que se passaram), mas sei lá, não estou conseguindo me sentir tão mal com isso, até porque eu já estou com 6 de média sem a segunda nota, e vou chorar pro professor me deixar de recuperação, mesmo se eu tirar mais que 5 na prova.

Eu comi que nem uma porca esse fim de semana (coxinha, bolo, frozen, refrigerante, açaí, doce de leite, chocolate, salgadinho, pão com presunto e queijo), mas, por incrível que pareça, ontem eu me pesei e apareceu 47,2 kg no visor da balança que eu costumo me pesar e eu fiquei tipo "oh, wow, lovely", enfim, minha vida é monótona, a coisa mais empolgante que eu fiz nos últimos dias foi terminar de assistir Breaking Bad e cara, que série do caralho, eu quase chorei quando acabou porque agora eu não tenho mais um propósito na vida, mas eu e meu amorzinho vamos assistir um mangá chamado Another que tem pouco mais de 10 episódios, e depois Game of Thrones.

Ah não, pera, tem mais coisa, no domingo da Vunesp, fui na casa da minha amiga (a dos 67 acertos) pra pegar carona com ela, aí a mãe dela disse que eu estava muito magra, que tinha emagrecido demais já. Aí depois, a gente voltou de carona com o tio de outra amiga nossa e ficamos na casa dela um tempinho, a irmã dela disse que queria ser magrinha que nem eu, e mãe dela perguntou se eu era modelo hahahahaha. Ela disse que depois que a gente foi embora, a mãe dela ficou perguntando se eu era modelo e se eu era evangélica porque eu sou tímida, ok né.

Eu queria ser modelo, quem não quer? Mas sou muito baixa e gorda pra passarela, que é onde você não precisa ser bonita, e feia pra modelo fotográfica, então, vou levar a escola a sério de verdade no ano que vem e torcer para passar em engenharia de produção, se nada der certo, faço TI na Fatec que é fácil de passar, o foda é que não vou poder sair desse lixo de cidade, mas, a não ser que dê alguma merda no meu relacionamento, ainda estarei com o meu namorado e valerá a pena, só por ele.

Beijos *-*


segunda-feira, 10 de novembro de 2014

Enem + Compulsão + Água

E ae, galera, como foram no Enem? Eu fui mal pra caralho hahahahaha, sei que a nota não é feita apenas pelo número de acertos, que tem aquela coisa de peso pras perguntas mais fáceis ou mais difíceis etc etc, mas o número de acertos significa alguma coisa, e no meu caso, significou que preciso estudar muito mais.

Eu fiquei muito mal com o resultado do primeiro dia e nem queria ir no segundo, acordei chorando domingo, mas beleza, fui fazer a prova, e adivinhem, não consegui terminar de preencher o gabarito, faltavam umas 15 ou 20 ainda, a moça não queria nem deixar eu terminar de colocar o título na minha redação. Resultado, fiquei chorando das 18:30 às 19:00 enquanto meu namorado falava que era só treineiro, que era pra isso que servia, se foder agora pra não se foder tanto depois, ter noção do tempo, fiquei chorosa por mais um tempo, mas aí a gente assistiu Breaking Bad (eu adoro essa série) e ficamos abraçadinhos e eu fiquei melhor.

Me pesei hoje, e, para minha surpresa, apareceu 47,5 kg no visor da balança, mas eu tive compulsão e... nem vou falar de números, porque comi muita coisa (kit kat, salgadinho, flan, fanta, pão, queijo), mas não vou miar, nem adianta agora, vou compensar amanhã e andar pra caramba e tomar chá verde.

Sobre a água, só queria compartilhar a felicidade de ter água em casa saindo das torneiras há 4 dias já. Estou tomando banho de chuveiro <3 que ostentação.

Enfim, meu dia de hoje foi cocô, fui no ensaio do concerto do dia 13 e descobri que tem um monte de partitura que eu não tinha porque o babaca do maestro (ele nem tem nenhum certificado ou diploma de música pra isso e se acha muito foda) não explicou direito o que ia ser feito, eu achei que eram só 2 músicas, mas não, são 5, sendo que são concertos e a gente vai tocar todos os movimentos, e são difíceis, ou seja tô fodida. Mas é a vida. Acho que nem vou também.

Boa semana *-* bjos







quinta-feira, 6 de novembro de 2014

48,3

É, estou engordando de novo, preciso parar imediatamente e retomar meu controle.

Tirei umas fotos ontem pra mostrar meu estado atual, estou uma leitoazinha ainda :C

Fui na psiquiatra hoje, ela receitou paroxetina, li alguns lugares que engorda e em outros que inibe o apetite, estou torcendo pra que a segunda informação esteja correta e amarei tomar esse remédio.

Nossa, aconteceu uma coisa muito bizarra hoje, eu estava esperando o ônibus com a minha irmã, ela de um lado da rua e eu do outro porque estava sol, aí um cara, com aparência de sujo, mas eu não fiz distinção, se aproximou como se fosse pedir uma informação, eu imaginei que fosse perguntar as horas ou sei lá, aí o cara chegou e me perguntou se eu era menino ou menina, eu fiquei com um mindfuck enorme, aí ele falou "ai, eu ia falar que menina bonita" e eu com cara de interrogação ainda, aí ele falou "se eu te der 20 reais, você dá uma volta comigo?", mas tipo totalmente bêbado e nojento, aí eu atravessei a rua, e ele ficou fazendo uns gestos obscenos e falando umas coisas que ninguém entendeu. Havia umas meninas na esquina com um menino, aí elas falaram pra eu me aproximar deles enquanto o cara ia embora. Gente, isso me dá muito nojo, de verdade, pela pergunta dele, deu pra perceber que eu estava até meio masculinizada calça jeans e camiseta largas, moletom amarrado na cintura e tênis pros padrões sociais de o que é ser uma mocinha e o cara vem e dá dessas, isso só mostra mais uma vez que não importa a roupa mesmo, machismo não se justifica por nada, quem é escroto é escroto de qualquer jeito. Eu desejaria a morte de pessoas assim, mas sempre pensei na morte como algo bom e não posso desejar coisas boas para gente assim.

Essa semana foi suave até, mas a semana que vem vai ser horrível porque:
Dias 8 e 9: Enem
Dia 10: Ensaio
Dia 11: Prova de matemática
Dia 12: Prova de Inglês
Dia 13: Prova de Física + Ensaio + Concerto
Dia 14: Prova de Filosofia
Dia 16: Vunesp

Tá ó, uma bosta que nem eu.

Hoje eu comi bolo de cenoura que minha mãe comprou pra mim e comi um pão. Eu tinha metas de não passar de 600 kcal, mas só nessa brincadeira já se foram as 600 kcal, então, já estraguei, mas minha janta vai ser uma maçã, pra manter meu metabolismo funcionando. Apesar de tudo hoje eu fui melhor que ontem, acreditem comi pizza e tomei coca ontem.


Amanhã vou sair com o meu namorado, vou no shopping, da última vez que eu fui no shopping com ele, eu comi 1000 kcal numa noite, mas eu já falei pra ele que ele não vai fazer isso comigo de novo, vou tomar só um suco anticelulite e comer uma salada.

Beijinhos *-*

As fotos de ontem o espelho tá sujão mesmo


Chanel Iman pra melhorar o dia <3





terça-feira, 4 de novembro de 2014

Oi.

03/11

Vou falar brevemente das cagadas que aconteceram na minha vida e tal, mas to me sentindo melhor apesar de tudo.

Prova de Biologia: tirei 5,7 (valia 10), agora vou ter que me matar pra tirar 10 na outra e nada menos que isso

Peso: Eu lembro de ter dito que estava com 47,8 kg, aí fui pra 47,6 kg, e depois pra 47,3 kg (porque passei muito mal no dia), mas eu tive compulsão e comi e agora to com 48,4 kg e não dá pra miar porque está sem água, água só com balde e fica foda assim.

Escola: ambiente que me deprime, esqueci de dizer, mas tem uma tal de prova geral na minha escola que pra avaliar todo o sistema de ensino, e eu fui muito mal na prova, muito mal mesmo, acertei 46 de 80, e tirei C+, eu só tinha tirado um C+ que foi logo quando eu entrei na escola com minha bagagem de escola pública que é muito inferior ao que os alunos de escola particular aprendem, mas depois desse C+ tinha sido apenas A. São duas provas dessa por ano, tinham sido 8 A's e o primeiro C+, eu desconsiderava, mas agora veio esse, eu me senti horrível, a pessoa mais burra do mundo, e já estou pensando em desconsiderar o curso que eu quero que é engenharia, e principalmente, vou desconsiderar o sonho de passar na USP, porque não vai rolar pra mim. Fiquei chorando a quinta-feira inteira e não tive coragem de ir pra escola sexta, felizmente acordei com o estômago ruim e minha mãe me deixou faltar depois de eu insistir muito. Vou estudar até ficar louca no ano que vem e foda-se.

Minha psicóloga disse que vai montar uma rotina junto comigo spoiler: eu não vou conseguir seguir e vou perder uma consulta fazendo essa merda, mas eu já montei várias e nunca dá certo.

Enfim, tá tudo uma bosta, mas eu não estou mais surtando, esse fim de semana tem Enem saco e eu vou tocar em um concerto dia 13 e preciso estudar bem as músicas, dia 16 tem Vunesp e dia 23 tem a primeira prova online da OBA, espero não morrer de cansaço e sei lá o que mais.

Beijos, florzinhas <3 Boa semana

Felice *------*



04/11

Tirei 7,5 na prova de literatura e, gente, isso é uma conquista porque eu tirei 5 no bimestre passado. Fui mal no simulado da OBA, mas acho que é pra isso que servem os simulados, se ferrar neles pra não se ferrar tanto na prova de verdade.

Minhas brigas com meu namorado por causa de política são as mais escrotas, a última dele foi que quem não vota não tem direito de apoiar um candidato (eu apoiei a Dilma - porque Aécio agressor de mulher não dá - nas eleições, mas não votei), aí eu disse "me desculpa, mas mais importante que votar é conversar e pensar sobre política, até porque tem gente que vota só porque o voto não é facultativo e nem sabe o que está fazendo, e eu acho que eu tenho o direito de apoiar um candidato sim, porque eu não votei porque não tirei meu título, se não precisasse do título pra votar, eu teria ido." Aí ele falou que quem apoia candidato é trouxa e é mais trouxa ainda e muito hipócrita se não vota. A gente ficou discutindo sobre isso e blábláblá, eu fiquei puta com ele porque ele é muito convincente no que fala e isso me dá raiva porque ele parece estar sempre certo. Ele ficou me olhando e disse que eu fico fofa brava, eu comecei a rir, disse que ele era um tonto e a gente se abraçou e depois começamos a falar sobre a repressão nas escolas em cima das meninas que não usam sutiã, e também das escolas que impedem as meninas (somente as meninas) de usar shorts.

Mas enfim, meu dia foi isso, comparei minhas medidas com as da minha irmã de 10 anos hoje, ela pesa 35 kg, e temos as mesmas medidas de cintura, coxa, pulso e braço, só minha perna que é 7 cm mais grossa que a dela (não sei como fazer pra perder perna, nunca some). Estou com 48,1 kg.

Beijinhos ^-^